• Home
  • Cidadania materna
  • O difícil caminho para a igualdade de tratamento

O difícil caminho para a igualdade de tratamento

A experiência de migração é muitas vezes, em particular para as mulheres, um conflito com a sociedade de acolhimento, porque envolve uma mudança de vida, num novo contexto social e cultural que, em muitos casos, leva à perda de certezas, dificultando a reabastecimento de sua própria identidade na nova sociedade.

Assim aconteceu nos últimos anos para as muitas italianas que emigraram para o exterior, afetadas, entre outras coisas, não só pela distância de suas terras e pela perda dos mais caros, mas privadas da então dominante lei, de sua própria cidadania para si próprias e para seus filhos.
Assim, prevê a primeira lei de cidadania italiana nº 555 de 1912, baseada em princípios como a prevalência da unidade da cidadania dentro da família e a supremacia da figura do pai-marido, princípios que produziram ao longo dos anos seguidos uma profunda disparidade no tratamento entre homem e mulher.

Mesmo após a entrada em vigor da Constituição italiana de 1948, a discriminação legal contra as mulheres italianas continuou. Somente desde a segunda metade da década de 1970, algumas das regras da lei de 1912 sofreram importantes inovações como resultado de julgamentos do Tribunal Constitucional inspirados na implementação do princípio da igualdade entre homens e mulheres, superando assim o antigo princípio de 1912 "... que considerou a mulher como legalmente inferior ao homem e até mesmo uma pessoa sem plena capacidade legal".

Em 1992, com a entrada em vigor da nova Lei nº 91 sobre a cidadania italiana, o princípio da igualdade de tratamento entre homens e mulheres foi definitivamente afirmado tanto no casamento quanto na transmissão da cidadania para as crianças. No entanto, sem efeito retroativo, a lei recente deixa algumas situações de discriminação intactas.

HB Associati

TELEFONE
Horário de Atendimento: Segunda a sexta, das 9,30 às 13,00 e das 14.30 às 16.00 horas
+55 11 98298 6689 (tim)
+55 11 2367 8176 (fixo)

E-MAIL
info@cidadaniaitalianaassistencia.com
cidadania.italiana@hotmail.com

SKYPE
marcopaky

ENDEREÇOS
Escritório de advocacia HB ASSOCIATI
Via Rausei n. 39, 89124
Reggio Calabria, Italia
P.I. (CNPJ italiano): 02609630807

Ponto de atendimento clientes Brasil (so marcando reunião com antecedência)
Av. Paulista 807, São Paulo, Brasil


Consulta Gratuita